Image and video hosting by TinyPic />

Sou como a água...




Nenhuma barreira poderá represar-me e impedir que me torne um oceano.
Se barrarem minha passagem colocando grandes pedras no meu leito converter-me-ei em torrente, em cachoeira, e saltarei impetuoso.
Se me fecharem todas as saídas, eu me infiltrarei no subsolo.
Permanecerei oculto por algum tempo mas não tardarei a reaparecer.
Em breve estarei jorrando através de fontes cristalinas para saciar a sede dos transeuntes.
Se me impedirem também de penetrar no subsolo, eu me transformarei em vapor, formarei nuvens e cobrirei o céu.
E, chegando a hora, atrairei furacão, provocarei relâmpagos, desabarei torrencialmente, inundarei e romperei quaisquer diques e serei finalmente um grande oceano.
Massaharu Taniguchi

2 comentários:

Ivone Poemas disse...

Uma das grandes forças da natureza é a água!
Lindíssimo poema!!!
Abraços amiga, lindas postagens tens feito!!!
Amo, amo ler e aqui me sinto feliz, com a sua Luz, minha linda Lu na Luz!!!
Ivone

Eu LU na LUZ disse...

Ivone, amiga mais que querida! Tu és quem transborda LUZ, és um amor de pessoa! bjus bjus bjus