Image and video hosting by TinyPic />

Diferença entre SONHO e VIAGEM ASTRAL




Sonhos Expontâneos (NATURAIS):
No sonho natural, somos personagem de uma história, vivenciamos, mas não sabemos que estamos sonhando, não podemos interferir, somospassivoscomo folha seguindo a correnteza do rioapenas vivemos e sentimos todos os acontecimentos.

Sonhos Lúcidos:
 nos sonhos lúcidos, sabemos que estamos sonhando e podemos mudar a históriatomar decisõesUm sonho lúcido é produzido a partir de uma projeção astralmesmo que seja realizado dentro do cérebroSegundo os especialistas em Projeção astral um sonho lúcido nada mais é do que uma PROJEÇÃO ASTRAL SEMI-CONSCIENTE.

Projeção Astral (VIAGEM ASTRAL):
Um dos fundamentos básicos de uma projeção astral, é SABERTER CERTEZA que está sendo realizado uma Experiência Fora do CorpoTeressa consciência de que está projetado, leva ao a pessoa pensar e tomar decisõesfazer experiênciastentar produzir provas para comprovarpara si mesmo a autenticidade da sua experiênciaDentro disso existem os padrões de lucidezque podem deixar dúvidas de estar projetado, enão ser tudo um sonhoou ter a plena consciência de que se está realmente projetado no mundo astral com consciência.

Paralelo entre Sonho Natural e Projeção Astral Consciente e semi-consciente:

01. No sonho, ocorre uma atividade mental habitual; na projeção, a atividade mental transcende em riqueza a própria vigília física.

02. No sonho, o raciocínio integral não atua com facilidade; na projeção, mantém-se igual e, não raro, expande-se além das possibilidades ordinárias da vigília física ordinária.

03. No sonho, a pessoa não determina as imagens oníricas à vontade, mas atua ao modo de espectador ou semi-espectador de um espetáculo que se desenrola à revelia, sem nenhum controle da sua mente; o projetor dirige os atos do desprendimento e dispõe de capacidade decisória como na existência humana.

04. No sonho, a faculdade crítica fica ausente, aceitam-se os acontecimentos e situações mais absurdas com naturalidade, porque a a consciência não está suficientemente alerta para o despertar o sentido da atenção; na projeção, o juízo critico se faz sentir sempre.

05. No sonho não se conserva a lembrança seqüencial das imagens; o projetor pode recordar as ocorrências integrais da projeção em todos os pormenores.

06. No sonho, a auto-sugestão não funciona na coordenação das imagens; na projeção, pode determinar atos e acontecimentos extrafísicos.

07. No sonho, a pessoa jamais começa a sonhar desde a vigília; na projeção há ocorrência com a manutenção da lucidez absoluta da vigília, antes, durante e depois do processo, sem solução de continuidade.

08. No sonho, não há impressão de uma saída do soma; na projeção, a experiência da decolagem é fascinante e única.

09. É muito difícil prolongar o sonho; na projeção, torna-se possível prolongar a estada fora do soma.

10. No sonho, as excitações sensoriais agem na produção de fantasias; na projeção, pequenos toques no soma imobilizado provocam o ato da interiorização do psicossoma com a sensação inconfundível da tração do cordão de prata.


11. O sonho não apresenta o conjunto de fatores psicológicos e extrafísicos comuns à projeção consciente como o grau de lucidez, sentido de liberdade, bem-estar, clareza mental, expansão de poder, deslizamento, levitação, volitação e, às vezes, até euforia.

12. No sonho, as imagens se apresentam deformadas e irreais; nas projeções, as imagens não se deformam.

13. No sonho, as imagens são de intensidades inferior às da vigília; na projeção, alcançam a maior intensidade de todos os estados de consciência.

14. O sonho, embora com imagens mais fracas, tem lembranças mais fortes e fáceis, por ocorrerem quase sempre no estado consciencial perto da coincidência ou, pelo menos, próximo ao físico; a projeção conquanto de imagens mais fortes, tem lembranças ou rememorações mais fracas e evanescentes, por se darem à distância e sem a influência direta do cérebro humano. Essa regra é um dos notáveis paradoxos da projeção consciente: quanto mais prolongada seja a experiência e mais distante a excursão do psicossoma ou de mentalsoma, mais difícil será a rememoração.



FONTE: PROJEÇÕES DA CONSCIÊNCIA - WALDO VIEIRA 2006, CAP. 18,  PAG. 6


4 comentários:

Ivone Poemas disse...

Oi amiga andei lendo suas postagens hoje, pois cheguei a tardinha de lá do meu recanto, na praia, pois então estou fazendo um comentario aqui, nessa postagem muito interessante.
Você tem conhecimentos sobre projeção e isso é maravilhoso!
Eu tive muitas experiencias desse tipo, mas desisti de fazer, mas sempre que "preciso" eu deixo meus "amigos" espirituais me guiarem em uma projeção, pois não há nada que se possa comparar!!!
Quando houve em 2008 as enchentes em Santa Catarina eu fui projetada,pois tenho parentes que moram lá e eles ficaram bem sem grandes problemas!
Não posso descrever em poucas palavras, mas é muito útil, bom, providencial poder saber as coisas antes!
Ah, eu tenho ricas experiencias que me deram até hoje "a minha fortaleza" como você escreveu no comentario em meu blog!
Linda essa postagem, a mim esclareceu muitas coisas!
Abraços amiga, beijos em seu coração!
Ivone poemas
henristo.blogapot.com

Eu LU na LUZ disse...

Ivone, tu tens inúmeros potenciais e todos muito bem desenvolvidos, inclusive de projeções. Não prive a mim e aos demais teus leitores de teus relatos a respeito dessas grandiosas experiências. Caso não te cause algum desconforto, óbvio! Seria benéfico, auxiliaria outras pessoas, ainda mais vindo de ti uma pessoa confiável, comprometida com a verdade e com o amor ao próximo! Inúmeras pessoas buscam respostas a respeito e há muitos blogs que falam sobre o assunto, porém, tu nos daria uma aula espetacular sobre este tema, teorias são muitas, mas a prática é que tem um valor inestimável! Pense nisso! Beijos

Ivone Poemas disse...

Oi amiga, sim, vou "ESTUDAR" com "meus amigos" de "lá" o melhor jeito de postar, pois eles vão me ajudar a ajudar as pessoas a entenderem o quanto é simples isso tudo, pelo menos pra mim o é, pois comigo é tão simples, tão fácil, tão real, acho que eu não vejo nada como "sobrenatural" acho que é por isso?!
Vou tentar fazer esse trabalho e quem sabe você esteja "sendo usada" por "eles" para me "abrirem" os olhos e ser mais enfática?! Quem sabe?!

Abraços amiga!!!
Ivone poemas
henristo.blogspot.com

Eu LU na LUZ disse...

Sim, Ivone! Que sabe? Reflita sobre isso, que certamente será em benefício para muitos! Beijo